Colágeno Vegano

Como o colágeno pode ser vegano? Em vez de ser proveniente de animais, o colágeno agora pode ser produzido usando leveduras e bactérias geneticamente modificadas.

Colágeno vegano

 

Por Ana Reisdorf, MS, RD

Você provavelmente já ouviu falar sobre suplementos de colágeno para a pele?

Mas o resultado é realmente tão promissor?

Afinal, as pesquisas mostraram as vantagens e desvantagens dos suplementos de colágeno – e para muitas pessoas preocupadas com a beleza é bom lembrar ; o colágeno não é vegano.!

Isso ocorre porque o colágeno, uma proteína encontrada principalmente em cabelos, pele, unhas, ossos e ligamentos, vem principalmente de fontes de animais, como carne ou peixe.

Mas a ciência descobriu uma maneira de produzir colágeno vegano. 

Como o colágeno pode ser vegano?

Em vez de ser proveniente de animais, o colágeno agora pode ser produzido usando leveduras e bactérias geneticamente modificadas.

Os pesquisadores descobriram que a bactéria P. pastoris, em particular, é a mais eficaz e comumente usada na engenharia genética de colágeno de alta qualidade.

Para produzir colágeno, quatro genes humanos que codificam o colágeno são adicionados à estrutura genética dos micróbios. Uma vez que os genes estão no lugar, o fermento ou as bactérias começam a produzir blocos de construção do colágeno humano.
A pepsina, uma enzima digestiva, é adicionada para ajudar a estruturar os blocos de construção em moléculas de colágeno com a estrutura exata do colágeno humano.

Tudo indica que em breve teremos colágeno vegan!

Benefícios do colágeno vegano

Colágeno Vegano

A capacidade de produzir colágeno barato e seguro proveniente de micróbios em vez de animais tem muitas aplicações promissoras para a saúde humana.

1. Menor custo potencial para os consumidores

O uso de leveduras ou bactérias para produzir colágeno é econômico e altamente escalável em um ambiente de laboratório.

Embora ainda não tenha sido lançado como um produto produzido em massa, isso pode reduzir o custo do colágeno para todos os consumidores e torná-lo amplamente disponível para vários usos, desde tratamentos médicos a suplementos.

2. Menor risco de alergias

Enquanto o maior benefício é que nenhum animal é prejudicado, existem outros consumidores para o colágeno vegan, especialmente para pessoas que possuem alergias.

Por exemplo, existe alguma preocupação com o risco de transmissão de doenças através do colágeno de origem animal.

O colágeno via micróbios eliminaria esse problema em potencial porque é produzido em um ambiente controlado, onde alérgenos comuns ou outras substâncias nocivas podem ser removidas.

3. Maior perfil de segurança para produtos

A configuração controlada por laboratório oferece aos fabricantes a capacidade de melhorar o perfil de segurança.

Se a fonte é facilmente rastreável, torna-a um produto mais seguro para todos os consumidores.

4. Disponibilidade mais barata para procedimentos médicos

Existem muitos benefícios médicos em potencial para essa tecnologia, pois o colágeno é usado para outros procedimentos do que apenas como suplementos alimentares.

A capacidade de projetar geneticamente o colágeno com segurança e eficácia pode ser benéfica para muitos procedimentos médicos.

O colágeno é comumente usado:

em dermatologia para suturas

estimular o crescimento da pele e tecidos

para promover a cicatrização de feridas

Também pode servir como veículo para administração de medicamentos ou para certos tratamentos de tumores.

 

5. Benefícios de beleza para veganos

A maioria dos suplementos de colágeno no mercado são feitos com base em animais, o que significa que pessoas que vivem um estilo de vida ecológico ou vegano não acessam esses produtos.

 

Mas a ciência ainda está se desenvolvendo em torno desses produtos e aplicações, portanto, neste momento, você pode recorrer a essas alternativas.

Atualmente, o colágeno vegan atual é difícil de encontrar. A maioria das empresas vende “impulsionadores de colágeno” como suplementos.

Esses impulsionadores contêm várias vitaminas e minerais, como vitamina C e zinco, que o corpo precisa para produzir colágeno.

Alguns também podem incluir extratos de plantas e ervas que também são encontradas para ajudar a estimular a produção de colágeno.

Você pode adicionar essas vitaminas e minerais através de sua dieta, em vez de um suplemento, para ajudá-lo a atender às suas necessidades de aminoácidos.

Os aminoácidos mais abundantes no colágeno são glicina, lisina e prolina.

Os alimentos à base de plantas ricos em todos os três aminoácidos são :

Colágeno Vegano

= produtos de soja: tofu e proteína de soja

=feijões pretos

=feijão

=leguminosas

=sementes: especialmente abóbora, girassol e chia

=nozes: pistache, amendoim e caju

Colágeno

O verdadeiro colágeno vegan ainda está por vir. Vamos aguardar!!!

Revisado clinicamente por Katherine Marengo, LDN, RD.

Saude Integral e Holistica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.