Mercado de Orgânicos Cresceu 20% em 2018

O segmento tem ganhado espaço no Brasil, aumentando sua área em 204 mil hectares nos últimos dez anos, totalizando 1,1 milhão de hectares

O mercado brasileiro de orgânicos faturou no ano passado R$ 4 bilhões, resultado 20% maior do que o registrado em 2017, informa o Ministério da Agricultura. Os dados são do Conselho Brasileiro da Produção Orgânica e Sustentável (Organis), que reúne cerca de 60 empresas do setor.

O Brasil é apontado na pesquisa como líder desse mercado da América Latina. Contudo, quando se leva em consideração a extensão de terra destinada à agricultura orgânica, o país fica em terceiro lugar na região, depois da Argentina e do Uruguai, e em 12º no mundo.

Na América Latina, a produção se estende por oito milhões de hectares, o que corresponde a 11% da área mundial destinada aos orgânicos. Em extensão de terra, o Brasil cresceu mais de 204 mil hectares em dez anos, atingindo, em 2017, de 1,1 milhão de hectares.

Mercado Global

O mercado global de orgânicos, sob a liderança dos Estados Unidos, Alemanha, França e China, movimentou o volume recorde de US$ 97 bilhões, em 2017. O balanço é da Federação Internacional de Movimentos da Agricultura Orgânica (Ifoam).

 

De acordo com a federação internacional, estão identificados cerca de 3 milhões de produtores orgânicos em um universo de 181 países. A agricultura orgânica cresceu em todos os continentes atingindo área recorde de cerca de 70 milhões de hectares.

Fonte : Agência Brasil

 

 

 

 

 

8 comentários em “Mercado de Orgânicos Cresceu 20% em 2018

  • 14 de abril de 2019 em 12:04 PM
    Permalink

    Que bom q os agricultores estam consentizando e o futoro da sobrevivência..

    Resposta
  • 14 de abril de 2019 em 1:50 PM
    Permalink

    Muito interessante este mercado, sou Agronomo e trabalho ainda não com orgânicos mas com produtos de carência zero

    Resposta
  • 14 de abril de 2019 em 5:53 PM
    Permalink

    Muito sa ber que a agricultura a orgânica tá ganhando espaço, pra mim é muito importante que estudo agricultura e pretendo me especializa e na agricultura orgânica.

    Resposta
  • 14 de abril de 2019 em 11:36 PM
    Permalink

    A população precisa receber mais informações sobre alimentos livres de venenos. De fato o organico precisa ser POP.
    Mais consumo, demanda mais produção, mais produção gera mais oferta, mais oferta gera baixa de preços, que gera mais consumo…. esse é o ciclo virtuoso do bem, ai os orgânicos se tornarão POP.

    Resposta
  • 15 de abril de 2019 em 7:41 AM
    Permalink

    Talvez a volta aos métodos antigos de produção, no campo e na indústria, mas com os conhecimentos e tecnologia não predatória atual, seja a salvação do nosso planeta.

    Resposta
  • 22 de abril de 2019 em 2:58 PM
    Permalink

    Como fazer para tirar o selo??

    Resposta
  • 28 de abril de 2019 em 5:10 PM
    Permalink

    É possível produzir orgânicos sim,mas tem que ter muito amor e boa vontade.
    O alimento orgânico tem outro sabor e o principal é o bem que faz a nossa saúde.
    As pessoas tem que se conscientizar que não é por ser orgânico que tem que ser feio ou pequeno. A terra já está sendo trabalhada a muito tempo. Como não se usa herbicidas a matéria orgânica é incorporada na terra. Eu e meu marido
    somos produtores orgânicos e sempre digo que por uma alimentação saudável na mesa das pessoas e ao mesmo tempo saúde é a maior felicidade.

    Resposta
  • Pingback: Merenda Orgânica no Paraná | Nosso Foco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.